BB libera R$ 83,8 bi em crédito novo e prorrogação nos últimos 30 dias

Banco do brasil libera 88 bi para empréstimo

Na última quinta-feira (16), o Banco do Brasil informou que nos últimos 30 dias ele veio a registrar R$ 83,8 bilhões de novas operações de crédito ou prorrogação de operações já existentes. Ao analisar as datas e os dados podemos perceber que é o mesmo período em que começou o avanço do coronavírus no país.

O banco também informou que passou a incluir o Covid- 19 nos seguros de vida sem acréscimos nas apólices. De acordo com O Banco do Brasil ele atendeu cerca de 321 mil pedidos de clientes buscando pela prorrogação de 436 mil operações de crédito, o período varia de 60 a 180 dias.

publicidade

As pessoas físicas terão o mesmo prazo para pagarem caso queiram aderir a novas operações. Um dado é que só no agronegócio, os novos desembolsos totalizaram 7,8 bilhões de reais nos últimos 30 dias, já para empresas com receita entre 40 milhões e 1 bilhão de reais, o desembolso foi maior chegando a 21,6 bilhões.

Um dado interessante é que os empréstimos oferecidos pelo banco estão com parcelas fixas e taxas de juros reduzidas, variando entre 2,5% e 3,5% e podem ser pagos em um período de até seis meses dependendo do caso.

Não é segredo para ninguém que a pandemia que assolou o mundo trouxe graves consequências para a economia e saúde, o cenário de incertezas, a quarentena mexeram muito com o bolso das pessoa e muitas tiveram que recorrer aos bancos para tentar empréstimos, subsídios e novas operações de crédito tudo na busca de  se manter de pé nesse cenário tão difícil. O fato de o banco do Brasil ser um grande banco no mercado brasileiro explica o porquê do aumento nas operações do banco nos últimos 30 dias, que foi o período que começou o vírus no país. Caso não se encontre uma cura é provável que esse cenário se repita é os valores cresçam.

O coronavírus vem afetando o preço do petróleo, fez com que várias ações caíssem, as bolsas entraram em colapso. Várias medidas visando diminuir o impacto foram implantadas em várias áreas tentando essa proteção é o equilíbrio.

Mas nem só de notícia ruim traz o cenário do vírus, nos últimos dias a economia já começou a respirar com uma possível cura que ainda vai ser testada, as bolsas já reagiram, quem sabe não é o início de uma longa recuperação, vamos esperar por novas notícias para ver como o cenário vai se desdobrar.