Cartão clonado: o que fazer e quais são os seus direitos

publicidade

Um ocorrido um pouco desagradável que pode acontecer com qualquer um é ter o seu cartão clonado, nessa situação chata nem sempre a pessoa sabe como agir e quais os direitos possui, caso seja lesada de alguma forma. Nesse artigo vamos ensinar um pouco sobre o assunto

Os cartões fazem parte do dia a dia das pessoas, sendo bem difícil quem não os usa, com intuito de facilitar trazem muitos benefícios e facilidades, no deixam de ser um meio mais seguro de pagamento devido a não necessidade de dinheiro em espécie.

cartão clonado

publicidade

Mas nem tudo na vida é  vantagem existem também o lado ruim dos cartões, quando quesito é segurança, os ladrões se esforçam muito para clonagem dos mesmos, buscam ter acesso a conta e ao dinheiro dos usuários, nesse artigo vamos te dar dicas de segurança e como agir em caso de roubo.

Como agir em caso de ter o seu cartão clonado

O primeiro passo é informar ao banco sobre o problema é que o cartão foi clonado, até mesmo para que as compras sejam bloqueadas e não se compre mais nada pelo cartão, assim que descobrir ligue para o seu banco imediatamente.

publicidade

Uma dica é sempre conferir as compras e contas ter um controle dos seus gastos e dos lugares que comprou seja em lojas de internet e físicas. Uma dica é guardar o protocolo que prova que o banco foi informado do ocorrido para agir em caso de problemas futuros.

Em caso de prejuízos é dever do banco ressarcir a quantia, realizando o estorno do produto ou serviço, esse direito é garantido ao consumidor, pois é dever do responsável pelo fornecimento do cartão assegurar um serviço de excelência e com seguranças ao seus clientes.

Quando acontece uma clonagem demonstra falhas no sistema e de segurança, logo surge esse direito do consumidor, outro detalhe é que caso a quantia não seja devolvida ou seu nome á para a lista de inadimplentes você pode levar o banco responsável na justiça para fazer valer os seus direitos.

Uma dica é realizar um boletim de ocorrência para que seus direitos sejam ainda mais resguardados. Uma Atitude que não é obrigatória, mas assim como o boletim de ocorrência pode ser útil é avisar ao SERASA do ocorrido para não ficar com nome sujo.

publicidade
publicidade

Como evitar que o cartão seja clonado

Como já diziam os mais antigos é melhor prevenir que remediar, claro que nem sempre depende de nós e em alguns casos realmente não tem o que se fazer os bandidos cada dia mais se especializam e buscam por formas de roubo melhores e mais planejadas.

Mas alguma coisa dá para gente fazer para evitar algumas dores de cabeça passar por certas situações.

  • Não compre em sites suspeitos
  • Mantenha sempre o antivírus do seu computador e celular atualizado
  • Não abra ou responda e-mails que solicitam seus dados bancários
  • publicidade
  • Não informe seus dados a pessoas que dizem representar instituições financeiras ou lojas
  • Confira sua fatura do cartão e extrato bancário de maneira periódica, para identificar gastos e saques indevidos
  •  Evite links suspeitos, dar dados por telefone, clicar em endereços enviados por e mail, mensagem
  • Tudo que é dinheiro fácil desconfie ninguém sai dando dinheiro de graça para ninguém.
  • publicidade

Busque comprar em sites seguros e conhecidos, e mesmo os conhecidos existem os clonados tome cuidado veja se é o verdadeiro mesmo, não tenha pressa de analisar de precaver. Outra dica se um produto é mil reais em todo site e você achar o mesmo produto por duzentos desconfie.

publicidade

Em bancos como do Brasil e Bradesco já existem uma equipe de auditoria responsável por analisar esses casos, onde geralmente as clonagens são solucionadas sem maiores transtornos e sem nem necessidade de boletim de ocorrência ou maiores dores de cabeça.

Uma dica é fazer saques somente em terminais bancários, devido a segurança e obrigatoriedade de devolução, pois nesse caso não tem nem o que contestar somente devolver a quantia.

Mas o interessante é não arriscar e já tomar todas as providências, para assegurar os seus direitos.Uma dica para quem viaja exterior é avisar o banco antes para que ele não bloqueia seu cartão e você passe aperto na viagem, pois alguns bancos exercem esse controle.

publicidade