Consórcio imobiliário: vale a pena? Descubra as vantagens e desvantagens dessa modalidade

Saiba tudo do consórcio imobiliário se vale a pena.

Na atualidade, existem diversas formas de se conseguir o valor que se necessita para fazer a compra da casa própria. Mas, com certeza, os financiamentos estão entre os principais, já que o valor costuma ser alto e você precisa ter uma quantidade de dinheiro que geralmente não se encontra disponível no momento. 

Entre as modalidades que mais ajudam as pessoas a conseguirem seu imóvel está o consórcio imobiliário. Com ele, é possível ter mais facilidade para se conseguir a carta de crédito e, assim, comprar o imóvel que você tanto deseja. Você realiza um sonho e ainda consegue pagar sem comprometer seu salário.Consorcio imobiliário

Consórcio imobiliário: como funciona?

De uma forma geral, um consórcio é um agrupamento de pessoas com o objetivo de montar uma poupança para que, assim, consiga adquirir algum bem. Esse bem pode ser um imóvel, como é o caso deste texto, ou um veículo, por exemplo. 

A formação dos grupos fica por conta das empresas autorizadas pelo Banco Central a fazer, de forma que oferecem seus serviços aos clientes que queiram participar do consórcio. 

No geral, o consórcio funciona como um financiamento, onde o valor que você contratar deverá ser pago em parcelas, dentro do período que for contratado. Assim, mensalmente você tem o compromisso de acertar aquele valor. 

A cada mês, a empresa que controla o consórcio sorteia cartas de crédito, contemplando uma das pessoas que participam do grupo com o valor total, até que todos sejam contemplados. 

Assim, é fácil participar e você pode usar o valor para fazer a compra de seu imóvel, terreno e para outras finalidades que serão descritas no contrato que você assinar. 

São várias modalidades, com valores diversos de contrato e, assim, você consegue entrar em um grupo onde pode fazer parte e pagar de acordo com as suas possibilidades.

Como posso ser contemplado?

Ao se inscrever em um consórcio de imóveis, você deve acompanhar as reuniões para que, assim, saiba se foi ou não contemplado com uma das cartas de crédito. Existem algumas formas que você pode usar para ser contemplado mais rapidamente e, assim, poder usar seu dinheiro na compra do imóvel. 

Confira como conseguir ser contemplado no consórcio:

  • Sorteio: em períodos determinados, são realizados sorteios. Nele, a cota do integrante é premiada, onde ele obtém acesso à sua carta de crédito para adquirir o serviço ou o bem sem precisar pagar nada além das parcelas do consórcio. Assim, ele pode usar o dinheiro e aproveitar para fazer a compra de seu imóvel. 
  • Lance: o lance é uma espécie de leilão. Nele, você pode oferecer um valor para que sua carta de crédito seja liberada. Cada empresa tem uma época certa para fazer a abertura dos lances e, assim, permitir que você ofereça o valor que tem disponível. Este valor é descontado do total de seu financiamento e você pode ser contemplado com a cota total de seu consórcio. 

Com essas duas formas, você deve fazer o uso de seu consórcio imobiliário para que, assim, aproveite melhor seu valor e possa usar para adquirir seu imóvel próprio. É importante que você veja as regras no banco onde está fazendo seu consórcio para que saiba como que ele pode ser utilizado.

Vantagens do consórcio

Veja uma lista de vantagens que o consórcio imobiliário tem a lhe oferecer e descubra se vale a pena para você fazer este tipo de investimento:

  • Você não precisa dar entrada, o que facilita na hora de começar a pagar por seu consórcio sem ter que investir um valor alto inicial. Aqui, o imóvel é 100% parcelado e você paga apenas a primeira parcela na assinatura do contrato. 
  • Isenção de juros: diferente dos financiamentos imobiliários, você não tem juros no valor cobrado. É possível ter uma taxa administrativa e outras taxas embutidas na parcela final. 
  • Sem burocracia: você consegue acesso ao consórcio sem ter burocracia para fazer o pedido. O processo é rápido e fácil, de maneira que você consegue tudo simplificado. A análise de crédito é rápida e você tem a resposta imediatamente de seu consórcio.  
  • Mais opções de crédito: você tem mais opções e pode escolher entre diversos planos de crédito, que estejam de acordo com sua renda. A carta pode ter o valor total ou parcial do imóvel desejado. 
  • Variedade: são diversas vantagens em poder escolher dentre uma enorme variedade de consórcios com plano, prazo e valor ideais para o seu orçamento. 
  • Possibilidade de usar o FGTS: você pode usar o seu FGTS para dar um lance, assim como quitar as parcelas de seu consórcio.

Desvantagens

Veja, agora, as desvantagens de se fazer o consórcio imobiliário para que você tenha um comparativo completo e saiba se vale a pena:

  • Cobrança de taxa administrativa: você não tem juros, mas tem uma taxa administrativa que pode chegar a 15%. Dependendo do consórcio, você ainda pode ter que pagar outras taxas: fundo de reserva – é uma taxa que varia de 1 a 2% e a existe para proteger de circunstâncias adversas e inadimplências dos participantes; seguro – Assim como no financiamento imobiliário feito com o banco, o consórcio também cobra seguro; taxa de adesão – no ato de assinatura do contrato o consorciado terá que pagar a taxa de adesão, em torno de 2% do valor total da carta de crédito. 
  • Multa por desistência do consórcio imobiliário: se você desistir de seu consórcio imobiliário, você deverá pagar uma multa por desistência. Ou seja, você resgata apenas parte do que você já pagou. Para resgatar o total, deve pagar até o final. 
  • Contar com sorte ao longo do processo: para ser contemplado, você deve ter sorte nos sorteios ou então dar lances que aumentem a chance. 
  • Precisa de muita paciência: você vai ter que esperar mais tempo para ter sua casa própria. 
  • Risco maior que o de um financiamento: você tem riscos que são assumidos com o fundo de reserva e as outras taxas.

Afinal, vale a pena fazer consórcio?

A escolha entre fazer o consórcio e o financiamento vai depender muito de seu perfil e do que você pretende fazer. 

Em geral, vale a pena fazer o consórcio quando você não consegue fazer o financiamento, tem restrições, tem paciência ou quer ter um investimento em outro tipo de imóvel. Assim, você consegue fazer e pode aproveitar melhor até ser contemplado com o valor que precisa. 

Nestes casos, vale a pena fazer sim. Então, escolha uma empresa autorizada e faça já seu consórcio. 

Gostou de conhecer? Continue no blog para ter mais informações sobre finanças.