Financiamento para autônomos: saiba tudo sobre o serviço

Saiba tudo sobre o financiamento para autônomos.

Conseguir alguns Financiamento para autônomos pode ser um trabalho não muito fácil, já que os bancos não costumam liberar empréstimos de maneira simples, exigindo muita burocracia e documentação para que, assim, possa ter o dinheiro em mãos. E se você for autônomo, este trabalho ainda é pior. 

Mas, ainda assim, é possível conseguir um financiamento sendo autônomo. Você tem como fazer a comprovação de sua renda e, no final, ter mais facilidade na hora de conseguir seu crédito. E é isso que iremos tratar em nossa matéria hoje: o que é o financiamento para autônomo e como ele funciona.Financiamento para autônomos

O que é e para que serve um financiamento para autônomos?

Antes de falar do financiamento, é importante que você saiba o que é considerado o trabalho autônomo. 

Chamamos de profissional autônomo aquele que não tem vínculo empregatício com uma empresa, ou seja, ele exerce suas atividades de forma liberal. Ele pode vender produtos, prestar serviços, sem que tenha um vínculo com empresa, ou seja, trabalham por conta própria. 

Algumas profissões autônomas são regulamentadas, como advogados, médicos e outros. E tem aquelas que não são regulamentadas, como diarista, vendedor, cabeleireiro etc. Todos esses são considerados profissionais autônomos. 

De uma forma geral, diversos bancos oferecem linhas de crédito de financiamento para quem é autônomo, ou seja, mesmo que você seja um profissional liberal, você tem como conseguir o crédito que precisa e, assim, usar o dinheiro para financiar seu imóvel ou veículo. 

O funcionamento do financiamento para autônomos, em geral, acontece da mesma forma que o financiamento CLT. Você deve ir ao banco, fazer o pedido, entregar toda a documentação e aguardar que seja aprovado o valor solicitado. Assim, ao final, você consegue o dinheiro que precisa e pode usar como foi programado. 

Isso significa que, mesmo sendo autônomo, o trabalhador liberal tem como conseguir seu financiamento. 

Tipos de financiamento para autônomos

Os financiamentos para autônomos funcionam, basicamente, da mesma forma que você faria um financiamento para quem trabalha no regime CLT. Por conta disso, você tem diversas formas de conseguir o dinheiro que precisa. O que vai mudar, aqui, não é exatamente o tipo de financiamento, mas a forma que você tem para conseguir ter a comprovação de seu ganho mensal. 

Em geral, os financiamentos imobiliários que aceitam autônomos são: 

  • Financiamento pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH): você consegue financiar um imóvel, geralmente pela Caixa Econômica Federal, em programas que permitem que você tenha até 80% do valor do imóvel financiado. Um exemplo de programa que está dentro deste sistema é o Casa Verde e Amarela. 
  • Financiamento pelo Sistema Financeiro Imobiliário (SFI): este programa é para quem está em busca de um imóvel acima dos valores permitidos no SFH ou então que não se enquadra dentro daqueles que podem solicitar pelo outro sistema.

Você também consegue, de acordo com o banco, financiamento para imóveis e outros, de forma que, assim, pode conseguir ter todas as informações necessárias com o banco e fazer o uso do dinheiro para o que você precisa. 

Assim, é importante que você compreenda que o financiamento imobiliário para autônomos acontece da mesma forma que para trabalhadores do regime CLT.

Como comprovar renda no financiamento para autônomos?

Um dos pontos mais importantes na hora de solicitar seu financiamento para autônomo é que você consiga comprovar a sua renda. Ou seja, você precisa ter em mente que é necessário apresentar ao banco documentos que comprovem o valor que você recebe por mês para que, assim, o banco veja que é possível liberar o dinheiro para você. 

Para quem trabalha em regime CLT, é fácil fazer a comprovação, já que tem os extratos mensais, o contracheque, que comprova o valor recebido. Mas, em geral, o profissional autônomo não tem essa documentação.

Então, como comprovar o valor que se recebe mensalmente sendo autônomo? Confira quais documentos usar:

  • extrato bancário: o jeito mais fácil de conseguir mostrar o que você recebe é o seu extrato bancário, que vai trazer as informações dos valores que você tem em sua conta e que recebe de seus serviços. É o principal documento usado por quem não tem carteira assinada. 
  • Recibo de Pagamento de Autônomo (RPA): é um documento que pode ser fornecido pela instituição para a qual o autônomo presta serviços e que comprova os valores que ele recebe por mês. 
  • Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos (DECORE): este tipo de documento pode ser solicitado em um escritório de contabilidade e mostra exatamente quanto que o profissional recebe por mês. Em geral, existe um custo para a emissão do documento.
  • comprovante do Imposto de Renda (IR) — é o principal documento que comprova a renda de um cidadão, sendo o mais comumente apresentado no caso de financiamento para autônomos.

Com esses documentos em mãos, é mais fácil apresentar a proposta ao banco e, assim, conseguir a liberação de seu financiamento para autônomo.

Tudo sobre o financiamento para autônomos

Quando se trata de financiamento, existem diversas formas de se conseguir ter o dinheiro liberado em sua conta. Por isso, é importante que você tenha mais facilidade e consiga o valor de forma mais simples.  

O primeiro passo para conseguir seu financiamento é ter todos os documentos em dia, de forma que, ao apresentar ao banco, não tenha nenhum problema. Além disso, você deve ter a certeza de que seus comprovantes de renda (sejam eles quais forem) estão em mãos e atualizados, para que você possa fazer uso dessa documentação também. Por fim, é importante que você entenda que, no geral, o pedido vai ser analisado da mesma forma que outros empréstimos. Então, a chance de conseguir é igual para todos. 

Por isso, se você é autônomo e quer fazer um financiamento, vale a pena ter tudo em mãos e conseguir fazer o pedido, de forma que, assim, consiga realizar o que precisa de maneira mais simples.

Gostou de conhecer esta opção? Reúna seus documentos para fazer o pedido de seu financiamento. 

E aproveite para acompanhar no blog mais informações sobre finanças para você.