O impacto da Covid-19 no mercado da Construção Civil

O impacto da Covid-19 no mercado da Construção Civil

Em 2019 o mercado da construção civil teve grande recuperação e as expectativas para 2020 eram excelentes, tudo indicava que era o ano da engenharia civil, á área voltava a crescer. Acontece que com o Covid- 19 os impactos na economia foram grandes e a construção civil não ficou de fora e também foi atingida.

Apesar dos números baixos a maioria das construtoras não desistiram de seus empreendimentos somente adiaram, cerca de 2% somente terão que cancelar obras e projetos de acordo com pesquisas no ramo.

publicidade

O que tem afetado o ramo é que com a quarentena as pessoas estão ficando mais em casa e só saindo para comprar alimentos e o básico, logo é difícil que alguém queira comprar um imóvel nessa época, não é que elas desistiram de comprar só estão aguardando como vai ser daqui para frente até por precaução.

De acordo com pesquisas feitas Brain Inteligência Estratégica o setor vai sim sofrer muito com essa pandemia, mais vai conseguir se restabelecer a médio prazo, assim que resolver, pois quando a doença passar as pessoas vão voltar a ter segurança e voltar a gastar e investir.

O que acontece é que foi a primeira vez em anos que ocorreu deflação no país exatamente por esse medo e das incertezas das pessoas com o mercado, elas estão evitando de gastar por precaução, isso é em qualquer área só se compra o básico mesmo.

As pessoas não sabem se vão ser despedidas, se o salário vai cair ou como os seus empregadores vão ser atingidos, não sabem se os preços vão subir ou cair ou quanto tempo vai levar até que o vírus seja extinto, fora isso nosso governo está com problemas internos de política o que gera ainda mais incertezas no mercado.

É natural e compreensível que as pessoas queiram guardar dinheiro, ter uma reserva e não adquirir novas dívidas. Essas pesquisas confirmam esses dados, a maioria das pessoas que queriam comprar e investir na área ainda desejam só estão esperando as coisas acalmarem, poucas desistiram da compra.

Uma outra dúvida comum é sobre obras em andamento como ficam essas obras elas vão parar, vai faltar insumo? A princípio essas obras se mantém com as medidas de segurança cabíveis, exceto em alguns estados onde elas foram suspensas, em termos de matéria prima ela pode demorar a chegar, ter alguns problemas para se conseguir, outro ponto ruim é o aumento dos preços.

Para quem pode é indicado adiar a conclusão da obra, o que a maioria das construtoras e empreiteiras estão fazendo. É um caso de força maior, então vale à pena um acordo para adiar obras e tentar tomar o mínimo de prejuízo possível é importante uma união e compreensão de todas as partes nesse momento.

Caso os envolvidos não entrem em um acordo aí a justiça deve ser acionado e de acordo com cada caso, cada contrato se tem uma decisão.