Portabilidade de crédito imobiliário:Como funciona e como fazer a portabilidade

publicidade

Se você deseja fazer a portabilidade do seu crédito imobiliário, mas ainda tem dúvidas e quer saber se você terá de pagar taxas e como funciona esse processo de transferência nós podemos te ajudar com informações sobre o assunto.

A portabilidade é um direito de qualquer pessoa e os bancos não podem dificultar esse processo, mais a frente você verá certinho o que é portabilidade de crédito, quem pode fazer e como fazer, para que tire todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Portabilidade de crédito imobiliário:

O que é  a portabilidade de crédito imobiliário?

É quando você já possui um crédito imobiliário que é o referente a imóveis, mas deseja mudar de instituição financeira, devido a mais vantagens seja de preço ou de descontos e facilidades de pagamento oferecidos por outra empresa.

Mas afinal o que é crédito imobiliário? é uma linha de crédito, um financiamento podemos dizer assim para compra, reforma ou construção de imóveis, o banco te oferece o dinheiro e paga à vista e você vai pagando aos poucos parcelado e com juros.

Como funciona portabilidade de crédito imobiliário?

Ela é uma negociação entre a pessoa que pegou o crédito e demais instituições de crédito quando a empresa original de crédito não oferece mais vantagens e formas de pagamentos atrativas, então a pessoa vai em busca de outra empresa que ofereça mais vantagens e descontos.

Às vezes esse serviço é oferecido a pessoa que devido aos preços mais em conta da concorrente acaba aderindo a proposta mais vantajosa, mas a proposta ser oferecida a pessoa é raro geralmente a pessoa que procura uma nova instituição em busca de descontos.

A portabilidade de crédito imobiliário é de graça?

Quando assunto é crédito imobiliário é a sua portabilidade é um serviço garantido pelo Banco Central desde 2006 é um processo que é gratuito o banco originário não pode cobrar nada por essa transferência deve colaborar para que ela se desdobre sem impedimentos, o que ele pode fazer é uma contraproposta para tentar não perder o cliente.

O que o banco pode fazer para prejudicar o seu devedor é fazer uma nova avaliação do imóvel financiado levando em conta a valorização atual, esse processo costuma inviabilizar a transferência do financiamento a outro instituição.

publicidade

Como fazer a portabilidade de crédito imobiliário

Antes de tomar decisão e mudar de financiadora o que se deve ter em mente é que os créditos imobiliários são a longo prazo, então você deve calcular direitinho se essa mudança de banco vai realmente valer a pena com os anos, saiba todos os detalhes. Daqui a 20, 30 anos como vão estar as parcelas como vão ser calculados os juros.

O primeiro passo antes de fazer a portabilidade então é analisar bem a nova proposta em todos os seus pontos, analisei direitinho quero mesmo mudar, então é hora de avisar o banco em que você está na atualidade, ele terá 2 dias para entregar todos os documentos e informações e terá até 5 dias para fazer uma contraproposta.

A contraproposta é muito comum por ser um crédito duradouro então o banco tem interesse em manter o cliente.

publicidade

O novo banco cobra cerca de 3 mil para avaliar o novo imóvel e cobra pelos documentos de averbação imobiliária, tudo deve ser calculado antes de tentar um novo crédito imobiliário e fazer essa portabilidade, calcula se que essa troca só é vantajosa quando os juros são cerca de 10% ao ano de acordo com economistas.

Ao procurar um novo banco em busca de nova proposta e aceitando esse novo contrato o banco que vai fazer a portabilidade entrará em contato com o banco que iniciou o processo para requerer os documento já citados acima. Caso realmente a pessoa deseje a portabilidade é só assinar os novos papéis, pagar o que é devido ao novo banco pela troca e começar a pagar as parcelas do novo cobrador. Ninguém pode ser impedido de mudar de banco.

Cada banco possui as suas próprias regras então pode variar um pouco de acordo com cada caso, mas o básico do processo é o descrito.