Renegociação de Taxas Imobiliárias: Agora é o momento de RENEGOCIAR!

publicidade

Se você deseja ter informações de como renegociar taxas imobiliárias, continue com a gente, nem sempre as coisas saem como o esperado não é mesmo, pode ocorrer de perdemos o emprego ou surgirem imprevistos que comprometem nosso poder de compra.

Com isso pode ocorrer de não ser mais possível pagar aquele tão famoso financiamento da casa própria, mas por ter sido tão difícil adquirir você não querer abrir mão do negócio e do imóvel, será que existe a possibilidade de negociar novamente?

renegociar taxas imobiliárias

Com as mudanças ocorridas em dezembro do ano passado ficou mais fácil conseguir essa renegociação, antes só possível em alguns casos específicos, abrindo um leque de oportunidade a qualquer pessoa que tenha contrato fixo, se interessou pelo assunto, vem com a gente que esse artigo foi feito para você.

O que são as taxas imobiliárias?

Taxas imobiliárias são as taxas de juros pagas ao se contrair um financiamento, o banco escolhido entra com o capital que você não dispõe a vista e você o paga em parcelas menores e com juros em vários anos, funciona como um empréstimo só que no ramo de imóveis, com parcelas mais em conta.

Existe toda uma estruturas para os financiamentos, contratos, a caixa é um dos principais financiadores do imóveis, porém se vê ameaçada com as propostas mais em contas dos concorrentes.

Porque é o momento de renegociar as taxas?

A taxa Selic despencou consideravelmente no último ano e as contrapropostas de outros bancos estão cada vez mais em alta, com propostas bem mais vantajosas que na caixa, a nova negociação de taxas na caixa só era realizada quando o cliente apresentava uma contraproposta de outro banco.

Porém devido aos últimos ocorridos esse aumento dos outros bancos em propostas melhores e a queda da taxa Selic, a caixa decidiu em dezembro de 2019, oferecer a possibilidade a quem já tem contrato a mais de seis meses para renegociar taxas que variam dependendo de cada caso, mas de qualquer forma já é uma baita economia.

As taxas  vão se equiparar das taxas praticadas no SFH (Sistema Financeiro de Habitação) para imóveis com valor inferior a R$ 1,5 milhão e no SFI (Sistema Financeiro Imobiliário) para os imóveis de valor mais altos.

publicidade

De acordo com a presidente da Caixa Pedro Guimarães a diminuição nas taxas vai dar a empresa mais força em financiamentos de maior valor

Como conseguir renegociar as taxas

Bom para quem faz o contrato agora já entra com a nova taxa reduzida, porém as pessoas que já contrataram a mais tempo podem correr atrás dessa redução, basta conseguir todos os dados do seu contrato, a pessoa pode pedir esses dados a própria instituição,

Com todos os documentos em mãos procure uma agência mais próxima e busque negociar novamente suas taxas alegando a diminuição da taxa atual e os seus direitos também de usufruir como cliente das novas propostas de dezembro.

Caso você ganhe uma negativa pode procurar outros bancos, pois com a diminuição da taxa Selic alguns bancos já conseguem passar ao público essa baixa nas taxas e fazer uma proposta melhor que a sua, é muito provável que ao apresentar a vontade de sair ao seu banco, ele fará uma contraproposta.

Antes dessas mudanças no ramo só existiam algumas formas de se conseguir uma renegociação:

  • Renegociar o débito com o banco;
  • Realizar a portabilidade da dívida;
  • Renegociar o prazo de financiamento;
  • Utilizar o FGTS;
  • Conseguir um sócio para seu imóvel;
  • Vender o imóvel;
  • Entrar na Justiça
publicidade

E nem sempre era certo que se teria o desconto ou não sendo que as pessoas só o buscavam por não poder pagar as parcelas, por imprevistos, porém agora é a hora de qualquer um buscar esse desconto, aproveitar que essa é a hora.

Qual é a vantagem de renegociar as taxas imobiliárias

Muitas são as vantagens de renegociar as taxas imobiliárias, caso a pessoa realmente consiga vai uma redução considerável nas parcelas, fora que pode diminuir o tempo de pagamento, quem não quer ter juros menores pagar menos não é mesmo.

Uma dica é você manter o valor que já paga mas já com os juros para conseguir pagar as parcelas mais rápido e ficar livre, enfim de qualquer forma que se escolha ou reduzindo parcelas, ou reduzindo o tempo de pagamento o cliente só tem a lucrar e muito.