Resumo do Mercado Financeiro – Julho 2020

Resumo do Mercado Financeiro – Julho 2020

Depois de constantes quedas o mercado financeira começa a reagir de forma bem tímida em algumas áreas, com a crise causada pelo coronavírus que assola o mundo e trouxe grandes consequências, vários fatores e índices financeiros despencaram nos últimos meses causando grandes prejuízos e a falência e fechamento de vários comércios. Mesmo com a vírus ainda em alta em alguns países como o brasil, e a falta de uma vacina alguns indicadores já começam a melhorar.

No mês de julho, o IBOVESPA que é o principal indicador da bolsa econômica, sendo que tem as principais empresas brasileiras como participante, teve uma valorização de 8,27%,  com 102.912 pontos o que já é o começo tímido de uma recuperação. Esse ano o IBOVESPA já cumula uma queda de -11,01% e teve um ganho de 1,08% no período de 12 meses. 

publicidade

O CDI (Certificado de Depósito Interbancário) importante índice que demonstra as relações e operações entre bancos, teve um acumulo de 4,23% em 12 meses com rentabilidade de 0,19% no mês. 

De acordo com o Banco Central as principais moedas mundiais tiveram os seguintes resultados:

  •  Dólar teve baixa de -4,98% no mês, atingindo o preço de R$ 5,2033
  •  Euro caiu -0,03% com preço de R$ 6,1519.

Já a taxa Selic, que é a taxa básica de juros muito conhecida por muitos brasileiros, sendo o principal índice de investimentos, principalmente da poupança muito popular no Brasil, hoje está em 2,25% índice extremamente baixo, se comparado a outros anos, depois da crise a taxa mensal Selic caiu muito cerca de 50% o que trouxe consequências negativas para o cenário principalmente dos investidores.

Taxa Selic mensal e acumulada (%):

Mês/Ano 2020 2019 2018 2017 2016
Janeiro 0,38 0,54 0,58 1,09 1,06
Fevereiro 0,29 0,49 0,47 0,87 1,00
Março 0,34 0,47 0,53 1,05 1,16
Abril 0,28 0,52 0,52 0,79 1,06
Maio 0,54 0,52 0,88 1,11
Junho 0,47 0,52 0,81 1,16
Julho 0,57 0,54 0,80 1,11
Agosto 0,50 0,57 0,80 1,22
Setembro 0,46 0,47 0,64 1,11
Outubro 0,48 0,54 0,64 1,05
Novembro 0,38 0,49 0,57 1,04
Dezembro 0,37 0,49 0,54 1,12
Selic acumulada 1,3 5,95 6,50 7,40 13,65

Já a nova poupança que é um dos principais investimento dos brasileiros devido a segurança e antiga rentabilidade. Hoje em dia a poupança já não é tão atrativa, pois nos últimos tempos ela só cai e a previsão é de ter lucros abaixo da inflação, caso o cenário econômico continue assim, o que significa perda de dinheiro. Ela apresentou ganho de 0,13%, e atingiu um valor de 3,12% em 12 meses.

Apesar dos números não serem os melhores e o futuro ainda ser incerto já se vê uma pequena melhora, isso devido ao fato que na Europa o vírus já recuou bem é o seu pior momento já passou, pelo menos por enquanto, então aos poucos o comércio vai se regularizando e a economia vai voltando ao seu lugar, mas ainda é muito cedo para se fazer previsões só depois da vacina pronta (Que ao que tudo indica está próxima) que vai poder se falar melhor sobre o futuro. Mas voltar como era, reverter os resultados e prejuízos que o coronavírus trouxe principalmente no Brasil, pode ser tarefa de anos de trabalho duro.