Como sair das dívidas rapidamente? Saiba agora!

Com dicas simples, você pode se organizar e sair daquela dívida que você tem.

Atualmente, muitas pessoas estão envolvidas em dívidas. E isso acontece por diversos fatores. Sejam os juros altos praticados no país, a diminuição das rendas das famílias e efeitos da Pandemia, muitos brasileiros estão envolvidos em dívidas, muitas vezes altas.

E, ao analisar inicialmente, parece que não há como sair das dívidas rapidamente, já que, muitas vezes, o salário mal dá para cobrir as dívidas do mês.

Por conta disso, reunimos diversas dicas para que você possa sair das dívidas rapidamente, se reorganizando financeiramente e tendo uma vida mais tranquila em relação ao dinheiro.

Acompanhe a nossa matéria até o final e tenha diversas dicas de como se organizar financeiramente para que, assim, possa sair de suas dívidas rapidamente e poder ficar mais tranquilo na hora que pensar em suas contas.

Pesquise e anote as dívidas que você possui

O primeiro passo para que você tenha como sair das suas dívidas rapidamente é fazer um levantamento de quanto você está devendo e, assim, começar seu plano de ação.

Pode parecer algo muito básico, mas, na verdade, muitos brasileiros começam a se endividar e, no final, nem sabem mais quanto realmente estão devendo. E isso é ruim, pois, se você não sabe quanto tem que pagar, como vai fazer o pagamento?

Essa é a parte que você começa a se organizar. Anote todas as dívidas e veja tudo que você precisa pagar. Você pode consultar os valores nos órgãos credores, como Serasa e outros, e, assim, vai poder fazer a conta de quanto está devendo.

Organize suas finanças pessoais

Após saber os valores que está devendo, você precisa organizar suas finanças pessoais para conseguir pagar sua dívida rapidamente. Para isso, você pode fazer uso de apps, planilhas ou cadernos, de forma a saber como está sua saúde financeira.

Nossa dica é que você baixe uma planilha do Excel ou então instale um app em seu smartphone para fazer o controle de seu orçamento pessoal.

Faça um plano de ação

Após saber tudo que você está devendo e como está a sua saúde financeira, controlando os gastos e controlando tudo que você tem de entrada e saída mensal, é hora de fazer um bom plano de ação para organizar suas dívidas.

Para isso, você deve analisar todos os passos para que possa diminuir suas dívidas. Coloque em ordem quais são as dívidas que possuem maiores juros, veja o que você precisa pagar primeiro e comece a pensar em soluções que ajudem na hora de fazer o controle total de seu orçamento pessoal.

Quando você começa a analisar, você consegue ver soluções para que, no final, tenha um plano de ação realmente eficiente e que possa lhe ajudar na hora de controlar seu orçamento mensal.

Ou seja, o plano de ação é um conjunto de soluções que você precisa começar a ter para fazer sua dívida diminuir.

Negocie suas dívidas

Uma forma de sair das dívidas rapidamente é começar a negociar suas dívidas. Assim, muitas vezes, você consegue enormes descontos na hora de pagar e vai fazer o uso de seu dinheiro de forma mais consciente.

Por exemplo. Se você tiver devendo um dinheiro ao banco, na sua conta com o cheque especial. Você pode negociar com o gerente do banco para que possa quitar a dívida em prestações menores e, assim, fazer com que você tenha um valor menor para fazer o pagamento.

Da mesma forma com lojas, empréstimos e tudo mais que você precisar para fazer o pagamento de todas as dívidas.

Planeje como fazer os gastos para sair das dívidas

Na hora que você montar seu orçamento pessoal, você vai ter um planejamento melhor para fazer o uso de seu dinheiro e, assim, vai conseguir organizar melhor tudo que precisa para que o seu dinheiro possa render mais e fazer com que suas dívidas sejam quitadas.

Você deve fazer uma lista do que realmente é essencial para gastar e, assim, começar a diminuir as dívidas, de forma que, no final, possa reduzir custos e ter um dinheiro a mais para fazer o pagamento de todas as suas dívidas.

Tenha um controle financeiro em app ou planilhas

Para que você possa fazer com que sua dívida diminua rapidamente, você deve fazer o controle financeiro em apps ou planilhas, de forma que, assim, saiba tudo que vai gastar e tenha a certeza de que vai conseguir pagar todas as dívidas.

Defina metas e objetivos realistas para sair das dívidas

Imagine que você tenha uma dívida que esteja atingindo um patamar de R$ 10 mil. E você tem um rendimento mensal de um salário vigente. Aí, você vai fazer o controle da dívida e coloca como meta que em três dias você vai fazer o pagamento da dívida. Com certeza não vai conseguir.

Para que você tenha como fazer o pagamento da sua dívida, você deve ser realista. Isso quer dizer que você deve ter um controle do orçamento correto para que possa fazer o pagamento.

Você deve estabelecer sua meta, que é fazer o pagamento de todas as dívidas. E conseguir cumprir objetivos, como pagar um valor mensal que vá reduzindo a dívida, ou então quitar uma dívida por vez.

Mas seja realista. Veja como diminuir sua dívida dentro da sua realidade. Procure metas que realmente lhe ajudem na hora de fazer o orçamento.

Monte seu orçamento para diminuir as dívidas

Mais uma vez a importância do orçamento pessoal para diminuir as suas dívidas. Quando você tem o seu orçamento organizado, você consegue fazer a diminuição da dívida na hora de fazer as contas.

Para isso: 

  • Veja todos os gastos.
  • Veja como vai organizar seu dinheiro.
  • Procure meios de reduzir os gastos.
  • Procure formas de pagar corretamente tudo que você combinar para acabar com suas dívidas.

Com isso pronto, organize para poder pagar mensalmente o que você está devendo e, assim, ir pagando corretamente até que sua dívida acabe.

Corte despesas desnecessárias

Esse é um passo fundamental. Você não pode pagar suas dívidas se continuar a gastar desnecessariamente. Por isso, mais uma vez a organização é necessária para que você possa ter certeza de que está fazendo um bom negócio na hora de pagar suas dívidas rapidamente.

No seu orçamento pessoal, descreva tudo que você está gastando seu dinheiro:

  • Despesas fixas, como aluguel, prestações, mensalidades. Essas, em geral, não dão para cortar.
  • Despesas variáveis, como contas de luz e água. Tente reduzir o consumo e fazer com que seu dinheiro não tenha um gasto desnecessário.
  • Despesas extras: essas, você pode tentar cortar. Veja tudo que pode ser cortado, como aquelas compras que você faz sem necessidade, cortar um pouco daqueles gastos pequenos que você faz pelas ruas.

Outra forma de reduzir seu gasto mensal é começar a trocar os custos de serviços, como reduzir o preço de internet, telefone e outros. Assim, você consegue uma economia e ainda poupa um dinheiro que pode usar para pagar as dívidas.

Busque uma renda extra

Essa é a forma de fazer com que você tenha um valor a mais para pagar suas dívidas. Você deve buscar formas de fazer um dinheiro extra, mesmo que não seja com um trabalho fixo. Hoje em dia existem várias formas de conseguir uma renda extra. Veja algumas dicas para que você consiga seu dinheiro a mais para pagar suas dívidas:

  • Vendendo o que você tem em casa e não usa;
  • Fazendo produtos para vendas, como pulseiras, biscoitos, bolos e outros.
  • Revendendo joias e semijoias.
  • Dando aulas de reforço ou aulas particulares.
  • Fazendo cursos online para vender de um assunto que domine.
  • Escrevendo para blogs e sites.
  • Conseguindo um serviço extra como motorista de apps.

Seja como for, você tem diversas soluções que pode usar para fazer um dinheiro extra e, assim, conseguir ter mais entrada para saldar suas dívidas.

Benefícios de não ter dívidas

Muitos não sabem, mas as dívidas geram uma série de problemas para as pessoas. Principalmente no emocional, onde são atingidas áreas que podem gerar desde estresse até criar situações que podem atingir o físico.

Geralmente, quem tem muitas dívidas sobre com:

  • Estresse;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Insônia;
  • Falta de apetite;
  • Dores de cabeça;
  • Aumento de pressão;
  • Risco de infarto.

Entre tantas outras questões que podem atingir a pessoa, levando a quadros preocupantes e que podem fazer mal à saúde. 

Por conta disso, quando você se organiza para pagar suas dívidas e se reorganizar financeiramente, você não tem que se preocupar tanto com dinheiro e, assim, vai ter mais tranquilidade na hora de viver sua vida. 

Afinal, quem vive preocupado com dinheiro, com dívidas e com o que tem que pagar, deixa de aproveitar diversos momentos da vida.

Por isso, pagar suas dívidas é algo que vai trazer um bem enorme para sua saúde mental e também física, deixando você menos preocupado e com a vida mais organizada.

Afinal, como sair rapidamente da dívida?

Depois disso tudo, veja um resumo de como fazer para sair de uma dívida rapidamente e conseguir a organizar sua vida financeira:

  • Organize suas dívidas e coloque em uma planilha.
  • Organize seu orçamento e corte despesas.
  • Negocie os valores de suas dívidas para pagar menos.
  • Crie um plano de ação para pagar suas dívidas.
  • Encontre formas de ter um dinheiro extra, que não vai interferir no orçamento, para pagar as dívidas.

Fazendo isso, com certeza você vai conseguir pagar suas dívidas e ter a certeza de que está organizando melhor sua vida financeira, de forma a ter mais facilidade no seu dia a dia e uma vida mais saudável.

Gostou do conteúdo? Acompanhe o blog e tenha mais informações sobre organização financeira pessoal.